Veja algumas novidades do Congresso Europeu de Dermatologia, que aconteceu em Paris de 12 a 16 de setembro:

• Nova técnica de microbotox para rejuvenescimento do pescoço e colo melhora a organização das fibras colágenas na pele e tem resultado similar ao microagulhamento e a radiofrequência na melhora da qualidade da pele.

• Uma toxina botulínica com durabilidade de até 9 meses deve chegar ao mercado em breve. Além disso, uma apresentação em creme para o tratamento da hiperidrose também está em fase final de estudos.

• A terapia com células tronco está sendo usada na Ásia para a melhora de cicatrizes, rejuvenescimento e queda de cabelos.

• Flacidez das pálpebras: o blefaroplasma é um novo tratamento para promover a contração da pele das pálpebras e estimular colágeno.

• Algumas substâncias presentes nos alimentos podem ser coadjuvantes no tratamento da psoríase, como a cúrcuma, o resveratrol e o ômega 3.

• O Ultrassom micro e macrofocado foi muito comentado em diversas aulas para o tratamento da flacidez facial e redução de gordura corporal.

• O equilíbrio da flora bacteriana da pele, o microbioma, tem grande importância no tratamento da acne e dermatite atópica.

• A toxina botulínica previne e trata cicatrizes hipertróficas e queloides.

• Teoria do Exposoma: múltiplos fatores influenciam no processo do envelhecimento da pele: radiação ultravioleta, tabagismo, poluição, dieta não balanceada, desequilíbrio da flora intestinal, stress e sono inadequado. É importante analisar a qualidade de vida, não adianta usar um creme antirrugas se o organismo estiver em desequilíbrio.

Além disso, foram lançados novos cosmecêuticos para o rejuvenescimento e clareamento da pele, além de novos lasers e tecnologias para tratamento facial e corporal, muitos chegando ainda este ano ao Brasil!